Projetos Finalizados

Principais projetos desenvolvidos pelo GT Habitação e Cidade nos últimos anos:
 

I) Avaliação do Programa Minha Casa Minha Vida na Região Metropolitana do Rio de Janeiro: impactos urbanos e sociais ( MCidades – 2012/2015)

Coordenação: Adauto Lucio Cardoso e Luciana Corrêa do Lago.

O projeto teve como objetivo central analisar o padrão de inserção urbana dos empreendimentos habitacionais produzidos no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, de forma a quantificar e qualificar os impactos de tais empreendimentos sobre os padrões de segregação socioespacial vigentes nas escalas local e metropolitana, assim como sobre as condições de acesso a oportunidades de desenvolvimento humano e econômico por parte dos moradores envolvidos. Também buscou entender a dinâmica da intervenção pública, através dos investimentos em habitação, das políticas regulatórias sobre os mercados de moradia e da implantação de grandes projetos viários e equipamentos urbanos associados à dinâmica dos megaeventos. Foram (i) construídos indicadores de acessibilidade urbana e de impacto dos empreendimentos sobre o mercado imobiliário local, (ii) identificados padrões de concentração/dispersão dos empreendimento, (iii) comparados o perfil social das famílias beneficiárias com o da área de entorno e (iv) levantados os incentivos/limitações na operacionalização do programa pelas administrações públicas locais, com ênfase na aplicação das normas urbanísticas. Seis empreendimentos que expressem diferentes situações de inserção urbana foram escolhidos para estudo de caso, nos municípios do Rio de Janeiro, Belford Roxo e Queimados.

A pesquisa foi realizada em conjunto com a Rede Cidade e Moradia, que contou com a participação de dos seguintes grupos de pesquisa:

UFRJ – IPPUR | coord. Adauto Lucio Cardoso
UFRJ – PROURB – CiHabE | coord. Luciana da Silva Andrade
USP – FAU – LabCidade | coord. Raquel Rolnik
Instituto Pólis | coord. Nelson Saule Jr.
PUC-SP – CEDEPE – Nemos | coord. Rosangela Dias Oliveira da Paz
USP/São Carlos – IAU | coord. Lúcia Zanin Shimbo
USP/São Carlos – IAU+ Peabiru | coord. Cibele Rizek
UFMG – Escola de Arquitetura – PRAXIS | coord. Denise Morado Nascimento
UFRN – DARQ – LaHabitat | coord. Maria Dulce Picanço Bentes Sobrinha
UFC – DAU – LEHAB | coord. Luis Renato Bezerra Pequeno
UFPA – FAU – LABCAM | coord. José Júlio Ferreira Lima

Os resultados da pesquisa podem ser vistos AQUI
Acesse também os livros: “Minha Casa Minha Vida e seus efeitos territoriais” e “Minha Casa… e a Cidade?

 

II) Entre a Política e o Mercado: desigualdades e produção da moradia popular na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (FAPERJ – 2012/2015)

Coordenação: Adauto Lucio Cardoso

Este projeto teve como objeto a análise dos processos de produção da moradia popular, no âmbito da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Esteve inserido no programa de investigação do Observatório das Metrópoles, identificando tendências convergentes e divergentes, geradas pelas transformações econômicas, sociais, institucionais e tecnológicas por que passa o país nos últimos 20 anos. A proposta de trabalho apresentada estava inserida na linha II “Dimensão sócio-espacial da exclusão/integração nas metrópoles”. A hipótese inicial de trabalho para esta linha de pesquisa é de que os processos sócio-espaciais em curso nas metrópoles brasileiras têm enorme importância na compreensão dos mecanismos de exclusão e integração, através de seus efeitos sobre a estruturação social, sobre os mecanismos de produção/reprodução de desigualdades e sobre as relações de interação e sociabilidade entre os grupos e classes sociais. A partir desse quadro geral de referência o presente projeto procurou analisar as formas de produção e apropriação social da moradia popular, identificando as suas relações com a reprodução das desigualdades sociais e urbanas e com a organização do território metropolitano.

Veja o video: “Realengo, Aquele Desabafo!

 

III) MORAR_TS / Desenvolvimento de tecnologias sociais para construção, recuperação, manutenção e uso sustentável de moradias, especialmente de interesse social, bem como para a solução de problemas em áreas de risco ambiental (FINEP – 2011/2016)

Rede de pesquisa promovida e apoiada pela Finep, da qual participam oito equipes de diferentes instituições/capitais brasileiras, cujo objetivo é o desenvolvimento de tecnologias sociais para recuperação, construção, manutenção e uso sustentável da moradia, especialmente de interesse social, e para a erradicação de áreas de risco.

Acesse o site da pesquisa AQUI